Início >> Categoria >> Público >> UFBA em Pauta

UFBA em Pauta

Reitoras defendem universidade pública com autonomia e fora da lógica de mercado

"A universidade precisa de um projeto de comunicação"
 
“É perceptível a expansão da lógica de mercado às Universidades. Infelizmente ela tem sido vista como uma fábrica de diplomas, de técnicos, e assim como no mercado, quanto maior os números, a quantidade, melhor. Com essa visão, acabam esquecendo da qualidade, da real função da universidade, de formar pessoas, cidadãos, de disseminar os saberes, a cultura”, disse a reitora da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), Lúcia Pellanda, em mesa de debates na manhã desta quarta-feira, no salão nobre da Reitoria da UFBA.
Público: 

Em debate, soluções para uma educação empreendedora eficaz

Por uma educação capaz diminuir “ilhas de ineficiência"
Num auditório lotado no Pavilhão de Aulas Reitor Felipe Serpa, antigo PAF I, campus de Ondina, na manhã da terça-feira, 17, uma mesa formada por profissionais ligados ao empreendedorismo debateu possíveis soluções para uma educação empreendedora contundente e eficaz, que colabore para a superação da atual crise política.
Informações extras
Público: 

Uma reflexão sobre a precarização das relações de trabalho é necessária para pensar o futuro

Debatedores propõe a tecnologia a serviço da humanidade

“Pensar o futuro exige abordar uma gama de temas relacionados ao momento atual, marcado por novas tecnologias que afetam as relações de trabalho e causam impactos como o desemprego e a substituição dos trabalhadores por máquinas”, disse o professor da Universidade de Campinas (Unicamp), Anselmo Luis dos Santos, durante o debate sobre a quarta revolução industrial e a precarização do trabalho, realizada na manhã de quarta-feira, 18, no Pavilhão de Aulas Felipe Serpa – PAF 1, no campus de Ondina.

Tags: 
Público: 

A íntima relação entre comunicação e democracia

"Os meios de comunicação precisam ser mais plurais".

Em meio à Semana Nacional pela Democratização da Comunicação e no âmbito das atividades de preparação do Fórum Social Mundial – que acontecerá em Salvador de 13 a 17 de março de 2018 – uma mesa no Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão da UFBA debateu na terça-feira, 17, a relação entre comunicação e democracia. As discussões centraram-se na convicção de que os meios de comunicação precisam ser mais plurais para que o país fortaleça sua democracia.

Informações extras
Público: 

Universidade, a principal aliada na construção de um projeto para o Brasil

"Partidos estão focados em seus programas eleitorais".

 

“O Brasil nunca teve um projeto de nação amplo, de forma a beneficiar a maior parcela de sua população. O momento pelo qual o país passa atualmente é consequência disso”, afirmou João Pedro Stédile, economista e líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), ao abrir a mesa de debates  “Universidade e Projeto para o Brasil”,  no auditório do Instituto de Biologia, campus de Ondina, na terça-feira, 17, segundo dia da programação do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão da UFBA.

Público: 

Encerramento do Congresso 2017 será às 18 horas, no Salão Nobre da Reitoria

Participe do encerramento do Congresso 2017

O reitor João Carlos Salles, através das redes sociais, convida a comunidade UFBA, participantes do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão UFBA 2017 e a sociedade para participar do evento de encerramento do Congresso, às 18 horas de hoje (dia 18), no Salâo Nobre da Reitoria. Em suas palavras:

Público: 

Osei Tutu II, rei dos Ashanti, fala sobre a importância do desenvolvimento científico com respeito às tradições culturais

Avanços e desafios da modernidade foram apontados

Em visita à Reitoria da UFBA, na manhã desta terça-feira, 17, o rei dos Ashanti, da República de Gana, Otumfuo Nana Osei Tutu II, fez um pronunciamento sobre “Tradição e Modernidade na África de hoje” para um público formado por lideranças intelectuais, culturais e religiosas. A atividade, que integra a programação do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão da UFBA, foi anunciada por uma recepção festiva com o grupo Ilê Fun Fun e o Mestre Edivaldo Araújo.

Tags: 
Público: 

Entre celebração e disposição de luta, Congresso da UFBA é aberto em alta temperatura

Música, teatro, poesia e artes plásticas na abertura

As batidas do grupo de percussão Rum Alabê, regidas pelo professor Iuri Passos, foram os primeiros sons da abertura oficial do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão da UFBA, às 15 horas da quarta-feira, 16 de outubro, no hall de entrada da Reitoria. O grupo musical seguiu depois até o salão nobre, onde foi recepcionado por uma multidão. “A Universidade é lugar de poder, por isso deve ser ocupada pelo povo do candomblé, pelo negro, índio, homossexual, por todos”, disse Iuri, enfatizando a importância da valorização dos ritmos sagrados do candomblé pela sociedade

Tags: 
Público: 

Coragem para defender a universidade pública marca abertura do Congresso UFBA 2017

.

O reconhecimento do senso de necessidade e ato de coragem, que é defender a universidade pública no atual cenário político brasileiro, esteve presente nas falas dos parlamentares,  reitores de instituições federais de ensino superior e representantes de entidades da sociedade civil que participaram da abertura do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão da UFBA, realizada no final da tarde de 16 de outubro, no salão nobre da Reitoria da UFBA.  Palavras como luta, coragem, resistência, força, educação, união, fé, povo e direitos sociais e

Público: 

Congresso da UFBA inaugura tesourômetro para registrar cortes no orçamento das ciências e universidades públicas

Painel eletrônico revela desmonte e retrocesso
O tesourômetro – painel eletrônico que informa a redução de investimentos em ciências e tecnologia, realizados pelo Governo desde 2015, nos recursos destinados ao orçamento das universidades públicas e desenvolvimento das ciências – já está ativo na frente da Reitoria da Universidade Federal da Bahia “com o objetivo de denunciar os cortes, desmonte e retrocesso impostos à educação superior, à pesquisa científica e ao serviço público”, disse o presidente da Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento das Ciências (SPBC),  Ildeu de Castro Moreira.
 
A instalação
Público: